Pular para o conteúdo principal

Postagens

TENTANDO EXPLICAR HEGEL: PARTE 2

Postagens recentes

TENTANDO EXPLICAR HEGEL: PARTE 1

Olá pensadores! Tudo bem com vocês? Espero que sim! Comigo vai tudo bem graças ao bom Deus!
Estou vivendo dias marcantes na minha vida e em futuro não muito distante divulgarei para vocês. Já entrando no tema de hoje como vocês viram no título, hoje vou explicar para vocês o que é Hegel. Hegel é quando sua calça está meio frouxa você abaixa para pegar alguma coisa e acaba mostrando o Hegel!!!!! Sessão piada do tiozão, mas eu rachei de rir pensando em fazer essa piada. Falando sério agora Hegel foi um filósofo nascido no ano de 1770 em Stuggart  na então hoje Alemanha , e em 1788 entra para Universidade protestante  de Tübingen  e abre-se para o espírito romântico  e para novas ideias.  Em 1808 , assume a direção do novo liceu clássico de Nuremberg. As aulas que que daria ali de 1809 a 1811, seria publicada após sua morte em 1840 com o título de Enciclopédia das ciências filosóficas. Aparece também a ciência da lógica 1812 dita a "A Grande lógica". Em 1816, obtém enfim uma f…

O FEMINICÍDIO E A SÍNDROME DE ESTOCOLMO

Olá pensadores! Tudo bem com vocês? Espero que sim! Hoje é um dia muito especial, comemoramos o dia internacional das mulheres. Hoje é dia de homenagear aquela que é chamada de sexo frágil, mas que de frágil não tem nada.  Essa data é comemorada devido o fato de que no ano de 1911, 130 operárias lutavam por melhorias trabalhistas , as mesmas foram trancadas na própria fábrica e queimadas vivas, esse fato desencadeou um monte de protestos na época que resultaram na data comemorada hoje. Mas, em se tratando de Brasil não temos muito o que comemorar, dados desse ano afirmam que houve mais de 200 feminicídios em todo país e 71% da violência contra mulher o agressor é o próprio parceiro. Isso são os casos que entram na grande mídia ou se tem registro de B.O nas delegacias, mas e aqueles casos que ficam entre 4 paredes ou somente entre a família! É sobre isso que quero relatar ,pois, sempre vem o questionamento se a mulher  é agredida, porque ela não se afasta?   Bem, pesquisando sobre o a…

HOMUS RELIGIOSUS: A NECESSIDADE DA RELIGIÃO

Olá pensadores! Tudo bem com vocês? Espero que sim! Eu estou muito bem graças ao bom Deus. E hein falar de Deus , acontece um fenômeno muito curioso nessa semana. Ontem começou os festejos de carnaval e com ele vêm a libertinagem e a profanação exagerada (falo sem nenhum tipo de moralismo)  até chegar a quarta-feira de cinzas, e aquela pessoa que se excedeu em exageros nos últimos dias, procura a salvação e o arrependimento de seus atos em um evento religioso( para quem é católico). É curioso saber que o "profano" e o sagrado habita em um mesmo ser e podemos concluir que vivemos nesse mundo sendo base da nossa essência a contradição. Existe uma forte tendência e isso é uma questão eminentemente política nas sociedades ocidentais, mas , existe uma forte tendência desde o século XVIII  entender que os fundamentos objetivos da religião, que são os fundamentos espirituais aqueles fundamentos que fazem as pessoas saírem dessa esfera transitória das coisas é alcançar outra dimens…

FILOSOFANDO ECONOMIA PARTE 3: PRIVATIZAR OU ESTATIZAR?

Olá pensadores! Tudo bem com vocês? Espero que sim. Eu estou bem graças ao bom Deus! E sem perder muito tempo, vamos dar início a terceira e última parte da série Filosofando economia com a seguinte pergunta o que é melhor estatizar ou privatizar?
No Brasil tem 138 estatais federais, se contabilizadas as empresas que pertence a Estados e Municípios  e não só a união esse total passa de 400. Parece muito? Pois o número já foi maior : No último grande ciclo de privatizações, nos anos 90 o Brasil vendeu 119 estatais , que geraram cerca de 70 bilhões de dólares em receitas, tem gente que acha que foi pouco, assim como tem gente que acha que foi muito. Nesse bolo entram desde a venda de geradores de energia e de bancos estatais(quem lembra do BEMGE ?Aqui em Minas Gerais) a concessão de rodovias e a quebra do monopólio público do setor de telecomunicações, incluindo aí a privatização da Telebrás , a maior do período que levantou R$ 22 bilhões de Reais , e há empresas já consideradas eficie…

FILOSOFANDO ECONOMIA PARTE 2: PAULO GUEDES

Olá pensadores! Tudo bem com vocês? Espero que sim! E já começo agradecendo pela repercussão do último texto, isso comprova cada vez mais a minha teoria que o brasileiro está se importando com  o que acontece em nosso país, só precisa de um direcionamento e uma formação,  sou otimista, mas sei que isso vai acontecer a longo prazo, infelizmente eu não vou chegar a ver isso. Dando sequencia a nossa série filosofando economia como disse na segunda parte será mais tematizada falarei do nosso ministro da economia Paulo Guedes, de onde surgiu, como vive, o que come, leia hoje no Filosofando o dia a dia( Sempre quis dizer isso). Meses antes do Bolsonaro ser eleito uma coisa já estava clara, Paulo Guedes seria seu ministro da economia, mas quem é Paulo Guedes até então? Bem a pauta de Paulo Guedes é trabalhar com novo projeto econômico, que vem de uma ideologia neo-liberal de privatizações de empresas estatais para enxugar a maquina pública. Foi um casamento com estranhamentos e incertezas n…

FILOSOFANDO SOBRE ECONOMIA: PARTE 1

Olá pensadores! Tudo bem com vocês? Espero que sim. E abrindo um parentes aqui esse ano está pesado tragédias atrás de tragédias, mas isso não pode servir de motivos para nos desanimar.
Focando no tema de hoje darei inicio a série filosofando economia que terá três partes, pois, como disse que iria trabalhar com assuntos da atualidade, acredito que o brasileiro mais do que nunca está interessado em saber como funciona a economia em nosso país.
O dinheiro tornou-se o grande personagem de nossa época, já que atribui poderes, importância e características e seres e coisas.
De forma inocente, pais incentivam seus filhos a ser bem-sucedidos, ou seja , a ter muito dinheiro. Além disso, não se enxerga que a vida social cria cada vez mais falsas necessidades, das quais pessoas ficam reféns. E, então trabalham cada vez mais, submetidos a quaisquer condições para conseguir obter o que não precisam, mas que, de certa forma, vai aliviar uma existência vazia de sentido, com os louros e a satisfaç…