SERÁ QUE ESSA BUSCA PELA FELICIDADE NÃO ESTÁ TIRANDO O MEU TEMPO DE SER FELIZ?

A mais o menos dois mil e quinhentos anos, um filósofo grego chamado Aristóteles em um livro chamado Ética A Nicômaco   colocou uma afirmação que para nós hoje pode até parecer algo bem óbvio: "Todos os seres humanos querem ser felizes", mas o que é de fato a felicidade???? Uma coisa e você dizer que todos os seres humanos querem ser felizes a outra coisa é você perguntar o que é a felicidade? pois, se perguntamos a várias pessoas o que é felicidade, teremos várias respostas diferentes, de acordo com o paramento e o conceito de felicidade de cada uma delas. Para um felicidade é ser rico para outro é encontrar o amor da vida , outro é ter sucesso na vida profissional,mas, no entanto, todos iram concordar e que o objetivo da vida é ser feliz.
Aristóteles nos convida a pensar da seguinte formar: talvez essa tal felicidade que conceituamos não seja bem a felicidade em si; muitas das vezes confundimos felicidade com bem estar.  De fato o bem estar e proporcionado de fato com uma qualidade de vida bem sucedida e sustentável, mas isso é só o bem estar e ele ajuda a felicidade, mas não é a felicidade propriamente dita, estão relacionados, mas nem de longe é a mesma coisa, por quê? Bem, eu posso ter tudo aquilo que é comprável e ter uma saúde de ferro , ter amigos, mas no fundo se sentir triste e infeliz; logo a ideia de felicidade é ter bem estar caíra por terra; e infelizmente  a ideia de felicidade que querem passar para nós é a ideia de consumo.  E pobre de nós  que acreditamos nisso pois,  as coisas que adquirimos com o tempo ela perde o valor, o carro ,o tênis o celular do ano tudo isso tudo vai passar. Infelizmente estamos adotando isso nos relacionamentos procuramos a felicidade nos outros e vivemos trocando de parceiros e esquecemos que o verdadeiro relacionamento é quando ambos buscam ser o motivo da felicidade do outro. Enfim, estamos sempre buscando essa tal felicidade,mas, essa busca está na verdade me roubando o tempo de ser feliz.
Para Aristóteles  felicidade não pode ser um estado transitório, para ele a felicidade e a finalidade última do ser humano o mesmo deu o nome de teleologia ( a busca de um fim) ,portanto, a felicidade é um estado que não muda; logo eu não estou feliz eu sou feliz .
Muitas das vezes confundimos os meios e os fins: a felicidade é um fim os meios são aquilo que nós buscamos para chegar a essa felicidade e o nosso maior erro e colocar nossa felicidade nos meios e esquecemos que eles acabam.
Aristóteles nos dá uma dica para sermos felizes, para ele felicidade é aquilo que não podemos perder, e mais para ele a felicidade é pensar; não só o pensamento das grandes coisas, mas o pensamento também das pequenas coisas, olhar com interesse de contemplação, assim como um olhar de criança que está conhecendo e aprendendo cada dia uma coisa nova, talvez esse seja o modo de entender a felicidade não como algo passageiro,mas algo que teremos para sempre; porque não depende de nada e de ninguém, mas, depende exclusivamente de nós.
ADRIANO SOARES DE SOUSA
     
          

Postagens mais visitadas