Pular para o conteúdo principal

UM BREVE RELATO SOBRE MITOLOGIA

A mitologia grega está no extremo oposto em relação á fé dos cristãos,. Os habitantes da antiga Grécia não acreditavam num Deus único, ao contrário, viam deuses e espíritos atuando em todas as áreas da vida e do universo. Trovões chuvas , colheitas, tragédias, saúde, fartura, vida e morte, exatamente tudo era atribuição de deidades. Lendas e histórias foram passadas por gerações e, assim a mitologia se perpetuou através de séculos.
As tradições míticas e sua cultura remontam o ano 2.000 a.C. Elas têm origem na fusão das representações dos credos da população estabelecidas da Ásia menor. Até cerca de 650 d.C surgem três obras clássicas: a Ilíada e a Odisseía de Homero e a Teogonia, de Hesíodo, nascido por volta de 700 a,C.
Já a mitologia romana nasce da fusão das representações das crenças da Antiguidades itálicas, etrusca e grega. Para os romanos , a veneração aos deuses por meio de orações, oferendas e presentes é essencial, pois toda vida está sob a proteção deles. Qualquer desvio dos ritos e cerimônia prescritos é visto como provocação, causando o despertar da ira divina.
 O rigor e o formalismo da religião romana devem ser atribuídos à influência etrusca, já A opulência dos mitos foi apropriadas dos gregos.
Grande parte da mitologia Germânica vem das regiões escandinava e islandesa . Nunca houve nada exatamente germânico,pois, na Alemanha, crenças antigas foram repudiadas oficialmente pelo cristianismo nos séculos IV e V. A transmissão oral se manteve por mais tempo na Escandinávia, cuja a cristianização foi completada apenas no século IX d.C. Na Islândia, os poetas foram grandes responsáveis em propagar as histórias dos deuses e suas sagas, mantendo os mitos vivos por gerações.
Mesmo considerando que não existiam uma religião genuinamente Germânica comum a todos, há particularidades regionais e, consequentemente, diversos costumes. Curioso notar comum a crença numa multiplicidades de deuses, já que um Deus poderoso sozinho, na imaginação das pessoas, não dá conta de esclarecer tantos fenômenos naturais e assuntos misteriosos.
(Adriano Soares De Sousa)      
                
         

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A JORNADA DO HERÓI: JESUS CRISTO

Quem nunca gostou de ouvir, lê ou assistir história de heróis ?
Há milênios contamos histórias que falam de personagens   que foram peças importantes, e até hoje estão marcados na memória de cada um que as conhece, geralmente essas histórias estão cheias de ação emoção, pois elas estão cheias de ingredientes  que preenchem a nossas expectativas.
Na maioria das vezes o personagem principal deve superar algumas etapas para se demonstrar como verdadeiro herói, independente da cultura ou do mito que será contado, sempre o herói têm um ciclo a ser seguido isso desde a história mais antigas de Homero e Hesíodo com seus contos até as aventuras da DC e MARVEL.
Pensando nisso  o estudioso e especialista em mito Joseph  Campell cria um modelo de como seria passo a passo do percurso de transformação do homem comum em Herói com todas as provações que surgem no caminho. A jornada do herói e muito utilizada em roteiros de cinema e seriados, e livros de super-heróis, e o meu principal objetivo(e de…

SOBRE NARCISISMO EM REDE SOCIAIS

Olá pensadores! Olá pensadoras ! Tudo bem com vocês? Espero que sim! O tema de hoje eu acredito que vai mexer com cada um de nós, pois, cada um tem seu momento de narcisismo e com as redes sociais em alta isso mais do que nunca está aflorado e nítido .
Mas, para começar acredito que muita gente ainda não sabe o que é narcisismo, logo, irei começar a contar o mito de Narciso. Existem várias versões desse mito mas, a que mais se encaixa no tema e essa:

Quando Narciso nasceu, sua mãe consultou o adivinho Tirésias que lhe predisse que Narciso viveria muitos anos desde que nunca conhecesse a si mesmo. Narciso cresceu tornando-se cada vez mais belo e todas as moças e ninfas queriam seu amor, mas ele desprezava a todas. Certo dia, enquanto Narciso descansava sob as sombras do bosque, a ninfa Eco se apaixonou por ele. Porém tendo-a rejeitado, as ninfas jogaram-lhe uma maldição: - Que Narciso ame com a mesma intensidade, sem poder possuir a pessoa amada. Nêmesis, a divindade punidora, escutou …

A DEPRESSÃO E SUA BANALIZAÇÃO NO MUNDO ATUAL

A depressão é um distúrbio afetivo que acompanha a humanidade ao longo de sua história. O conceito patológico , entre os sintomas, ha presença de tristeza, pessimismo, baixa autoestima que aparecem  muitas das vezes compiladas.
Ao contrário do que normalmente se pensa os fatores psicológicos e sociais, são consequência e não a causa da depressão.
Mas o quero ressaltar aqui e a banalização dessa doença que é tão seria e que se não for tratada pode levar a morte, sim! morte!!! De acordo com a OMS(Organização Mundial de Saúde) a depressão atinge hoje quase 7% da população mundial cerca de 400 milhões de pessoas.
Vendo que o assunto é sério atualmente a depressão e colocada como algo  banal e muitas das vezes a pessoa que apresenta essa patologia e encarada como fazedora de manha,que está com frescura e o pior é aquele que fala: "nossa, isso é falta de Deus" se fosse assim padre e pastores não entrariam nunca em depressão. Muitas das vezes nas redes sociais esse termo é banali…