UM BREVE RELATO SOBRE MITOLOGIA

A mitologia grega está no extremo oposto em relação á fé dos cristãos,. Os habitantes da antiga Grécia não acreditavam num Deus único, ao contrário, viam deuses e espíritos atuando em todas as áreas da vida e do universo. Trovões chuvas , colheitas, tragédias, saúde, fartura, vida e morte, exatamente tudo era atribuição de deidades. Lendas e histórias foram passadas por gerações e, assim a mitologia se perpetuou através de séculos.
As tradições míticas e sua cultura remontam o ano 2.000 a.C. Elas têm origem na fusão das representações dos credos da população estabelecidas da Ásia menor. Até cerca de 650 d.C surgem três obras clássicas: a Ilíada e a Odisseía de Homero e a Teogonia, de Hesíodo, nascido por volta de 700 a,C.
Já a mitologia romana nasce da fusão das representações das crenças da Antiguidades itálicas, etrusca e grega. Para os romanos , a veneração aos deuses por meio de orações, oferendas e presentes é essencial, pois toda vida está sob a proteção deles. Qualquer desvio dos ritos e cerimônia prescritos é visto como provocação, causando o despertar da ira divina.
 O rigor e o formalismo da religião romana devem ser atribuídos à influência etrusca, já A opulência dos mitos foi apropriadas dos gregos.
Grande parte da mitologia Germânica vem das regiões escandinava e islandesa . Nunca houve nada exatamente germânico,pois, na Alemanha, crenças antigas foram repudiadas oficialmente pelo cristianismo nos séculos IV e V. A transmissão oral se manteve por mais tempo na Escandinávia, cuja a cristianização foi completada apenas no século IX d.C. Na Islândia, os poetas foram grandes responsáveis em propagar as histórias dos deuses e suas sagas, mantendo os mitos vivos por gerações.
Mesmo considerando que não existiam uma religião genuinamente Germânica comum a todos, há particularidades regionais e, consequentemente, diversos costumes. Curioso notar comum a crença numa multiplicidades de deuses, já que um Deus poderoso sozinho, na imaginação das pessoas, não dá conta de esclarecer tantos fenômenos naturais e assuntos misteriosos.
(Adriano Soares De Sousa)      
                
         

Postagens mais visitadas