Pular para o conteúdo principal

RELAÇÕES DE PODER EM MICHEL FOUCAULT

Quem nunca viu alguém  autoritário? tanto no trabalho, na igreja ou até mesmo na família  ou no relacionamento. Conviver com uma pessoa autoritária é muito complicado, pensando nisso o artigo de hoje vai citar Michel Foucault que desenvolve em sua filosofia uma linha de pensamento e dá outro conceito de exercer o poder.
Michel Foucault nasceu em Poitiers, na França no ano de 1926. Ex aluno da ENS, professor concursado de filosofia, faz uma brilhante carreira. Depois da publicação de sua tese, em 1961 História da Loucura na idade clássica, será sucessivamente professor na faculdade de Clermont-Ferrand, de Túnis, de Paris-Vincennes. Desigignado em 1970 para Collége de France, onde ocupa até sua morte a cátedra de Histórias dos sistemas de pensamentos. Faleceu em 1984.
  Michel trabalha  uma das questões fundamentais para entendermos as relações humanas que são as relações de poder. Quando pensamos em poder geralmente temos uma tendência  a centralizar o poder em alguma coisa ou em alguma instituição ou estado ou até mesmo em pessoas; Foucault tem uma concepção um pouco mais radical e ampla, para ele poder não é uma coisa que se tem e sim uma coisa que se exerce. O poder e algo dinâmico ele está em movimento e se exerce em rede; para ele não existe um centro de poder em inúmeros lugares  em inúmeros momentos ele quase se ramifica e se entrelaça em inúmeros nós.
 Com isso Michel nos chama a atenção para o seguinte; não existe alguém que esteja fora do poder, assim como não existe ninguém ( a não ser por um curto espaço de tempo vemos isso ao longo da história) um poder absoluto um poder completo ao contrário o poder está sempre em jogo, estamos acompanhando isso agora na história do nosso país a briga não é por um Brasil melhor, mas , simplesmente pelo poder. Em uma sociedade aonde temos conflito, aonde temos lutas,e aonde temos dissenso de maneiras diversas o pensamento de Foucault nos remete á se nós quisermos entender um pouco do mundo contemporâneo é preciso entender que as relações de poder e muito mas fragmentárias do que propriamente unitárias e compreender essa fragmentação e entender aonde ocorre esses fluxos de poder é fundamental para sabermos aonde nos posicionamos dentro desses poderes.
(Adriano Soares de Sousa)
                 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A JORNADA DO HERÓI: JESUS CRISTO

Quem nunca gostou de ouvir, lê ou assistir história de heróis ?
Há milênios contamos histórias que falam de personagens   que foram peças importantes, e até hoje estão marcados na memória de cada um que as conhece, geralmente essas histórias estão cheias de ação emoção, pois elas estão cheias de ingredientes  que preenchem a nossas expectativas.
Na maioria das vezes o personagem principal deve superar algumas etapas para se demonstrar como verdadeiro herói, independente da cultura ou do mito que será contado, sempre o herói têm um ciclo a ser seguido isso desde a história mais antigas de Homero e Hesíodo com seus contos até as aventuras da DC e MARVEL.
Pensando nisso  o estudioso e especialista em mito Joseph  Campell cria um modelo de como seria passo a passo do percurso de transformação do homem comum em Herói com todas as provações que surgem no caminho. A jornada do herói e muito utilizada em roteiros de cinema e seriados, e livros de super-heróis, e o meu principal objetivo(e de…

A DEPRESSÃO E SUA BANALIZAÇÃO NO MUNDO ATUAL

A depressão é um distúrbio afetivo que acompanha a humanidade ao longo de sua história. O conceito patológico , entre os sintomas, ha presença de tristeza, pessimismo, baixa autoestima que aparecem  muitas das vezes compiladas.
Ao contrário do que normalmente se pensa os fatores psicológicos e sociais, são consequência e não a causa da depressão.
Mas o quero ressaltar aqui e a banalização dessa doença que é tão seria e que se não for tratada pode levar a morte, sim! morte!!! De acordo com a OMS(Organização Mundial de Saúde) a depressão atinge hoje quase 7% da população mundial cerca de 400 milhões de pessoas.
Vendo que o assunto é sério atualmente a depressão e colocada como algo  banal e muitas das vezes a pessoa que apresenta essa patologia e encarada como fazedora de manha,que está com frescura e o pior é aquele que fala: "nossa, isso é falta de Deus" se fosse assim padre e pastores não entrariam nunca em depressão. Muitas das vezes nas redes sociais esse termo é banali…

ATO ,POTÊNCIA E ACIDENTE

Olá pensadores! Tudo bem com vocês ? Espero que sim, e mais uma vez nos encontramos aqui nesse humilde blog, rumo ao texto de número cem .
Hoje quero voltar a série clássicos da filosofia  e falar desse filósofo que viveu antes de Cristo, mas seus ensinamentos ajudaram muito na forma de pensar da igreja cristã, iremos falar de Aristóteles.
O que muitos não sabem é que Aristóteles foi discípulo de Platão e como discípulo ele não seguiu nada de seu mestre, pelo contrário ele trouxe o pensamento de seu mestre Platão de volta para terra.
Aristóteles diferente de seu mestre, defende que o Ser ,ou seja, tudo que existe, melhor dizendo a existência em si, possui um atributo que o define , enquanto Platão afirmava que esse atributo era originário(vinha do hiperurânio), pois bem, Aristóteles faz essa mudança afirmando que o Ser possui um atributo definidor que se encontra no próprio ser, ele chama esse atributo de substância e o que é a substância para Aristóteles? A substância é aquilo que d…