Pular para o conteúdo principal

FRATERNIDADE E SUPERAÇÃO DA VIOLÊNCIA

Olá pensadores! Tudo bem com vocês? Espero que sim! Mais uma semana se passou e essa foi especial pelo carnaval, festa popular e em seguida deu-se então, o início da quaresma na quarta-feira de cinza  são, 40 dias que a igreja Católica nos convida para o Jejum ,Oração e esmola( vou explicar mais adiante) Começamos na quarta-feira de cinzas nos recordando que precisamos viver a conversão. No entanto, apesar de toda necessidade de reconhecimento das nossas limitações, a proposta é que não vivamos um tempo de tristeza, ao contrário, é tempo de recordar a alegria da salvação.
 Você deve está se perguntando por que 40 dias? O número 40 na bíblia indica um tempo necessário de preparação de algo novo que vai chegar: 40 dias e 40 noites do dilúvio (Gn 7,4-12) 40 dias e 40  noites que Moisés passa no monte (Dt 9,9-11; 10,10) 40 anos que o povo caminhou  no deserto rumo a terra prometida (  Nm 14, 33 ; 32;13 Dt 8,12 etc) Jesus jejuou 40 dias antes de começar seu ministério (Mt 4,2 Mc 1,12 Lc 4,2) A ascensão de Jesus acontece 40 dias depois da ressurreição (At 1,3) Quando alguém errava era corrigido com 40 chicotadas (Dt 25,3) Paulo, já no novo testamento recebeu 40 chicotadas (2 Cor 11,24).
Junto com o tempo de penitência a igreja Católica no Brasil, através da CNBB ( Conferência Nacional dos Bispos do Brasil)  desde do ano de 1961 que baseando-se no Concílio Vaticano II com o intuito de despertar nas pessoas o senso de justiça social, de fraternidade e de amor ao próximo promove a Campanha da Fraternidade nesse ano em particular  que se celebra o ano do Laicato proclamado pelo Santo Padre o Papa que deseja despertar nos leigos seu protagonismo no mundo o tema  será: FRATERNIDADE E SUPERAÇÃO DA VIOLÊNCIA.
   Infelizmente em nosso país e em algumas partes do mundo vive-se uma cultura de violência para se ter uma ideia só no ano de 2015 segundo o IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica e aplicada) foram  registrados no Brasil 59.080 homicídios , isso significa 28,9 mortes para cada 100 mil habitantes, o perfil das pessoas assinadas são jovens entre 15 a 29 anos. Outro dado que é importante  salientar é que de cada 100 pessoas assassinadas 71 são negras. Já a violência contra mulher 4.621 foram assassinadas 10% por crimes chamados de passionais ( o próprio parceiro é o assassino) e 3% sofreram estupro antes de ser morta.
Nossa polícia é a que mais mata,mas também é a que mais morre, em dados do ano passado 294 policiais foram baleados ,sendo 134 chegaram ao óbito ,137 estava a serviço, 62 estavam de folga , 30 eram reformados e 3 aposentados.
Vendo essas estatísticas o Episcopado do Brasil juntamente com seu rebanho querem debater e encontrar meios para diminuir a violência.
Durante a caminha quaresmal  vivemos o JEJUM que me lembra da fragilidade humana,que têm como fruto a minha ESMOLA  que me lembra que a vida não é só material, e é um tempo de ORAÇÃO intensiva que me ajuda no caminho permanente de conversão e me faz entender a vontade de Deus em minha vida, a campanha da fraternidade me ajuda a entender a consciência de transformação não só pessoal, mas também comunitária.
O Objetivo geral da Campanha da Fraternidade é construir a fraternidade, promovendo uma cultura de paz , da reconciliação e da justiça à luz da palavra de Deus , como caminho de superação da violência.
Ao falar da superação violência , a Campanha da Fraternidade 2018 visa trazer presente a reflexão sobre a atmosfera na qual vive o mundo hoje , em especial o Brasil que é um dos líderes em práticas e em perpetuação de estruturas e sistema que gera violência. 
Segundo a CNBB  a violência no Brasil ela se encontra multifacetada e epidêmica, ou seja, ela se mostra de várias maneiras, sendo assim,  a mesma nos convida em refletir a violência em 12 grandes temas:
-VIOLÊNCIA RACIAL(NEGROS , ÍNDIOS, MIGRANTES E IMIGRANTES)
-VIOLÊNCIA CONTRA OS JOVENS
- FEMINICÍDIOS
-VIOLÊNCIA DOMÉSTICA 
-EXPLORAÇÃO SEXUAL E TRÁFICO HUMANO
-VIOLÊNCIA CONTRA OS TRABALHADORES RURAIS E CONTRA OS POVOS TRADICIONAIS
- NARCOTRÁFICO 
-INEFICIÊNCIA DO APARATO JUDICIAL
- POLÍCIA E VIOLÊNCIA
-DIREITO A INFORMAÇÃO (VERDADEIRA)
- VIOLÊNCIA NO TRÂNSITO
A campanha propõe a rezar por aqueles que sofreram violências, bem como convidar a todos para que se unam na superação de toda forma de violência e a lutar por políticas públicas que garantam a paz e a harmonia entre todos, mudando hábitos coletivo e individuais .
Para nos ajudar é proposto 6 pilares em que podemos nos apoiar para implantar a cultura de paz.
-RESPEITAR A VIDA
-REJEITAR QUALQUER FORMA DE VIOLÊNCIA
-SER GENEROSO
-OUVIR PARA COMPREENDER 
- PRESERVAR O PLANETA
-REDESCOBRIR A SOLIDARIEDADE

Espero que tenha gostado do texto e que possamos viver uma boa quaresma !

(Soares de Sousa Adriano)  

Referência bibliográficas: Texto base da Campanha da Fraternidade 2018.
                                           Bíblia Jerusálem
                                           Ipea.gov.br

   
  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A JORNADA DO HERÓI: JESUS CRISTO

Quem nunca gostou de ouvir, lê ou assistir história de heróis ?
Há milênios contamos histórias que falam de personagens   que foram peças importantes, e até hoje estão marcados na memória de cada um que as conhece, geralmente essas histórias estão cheias de ação emoção, pois elas estão cheias de ingredientes  que preenchem a nossas expectativas.
Na maioria das vezes o personagem principal deve superar algumas etapas para se demonstrar como verdadeiro herói, independente da cultura ou do mito que será contado, sempre o herói têm um ciclo a ser seguido isso desde a história mais antigas de Homero e Hesíodo com seus contos até as aventuras da DC e MARVEL.
Pensando nisso  o estudioso e especialista em mito Joseph  Campell cria um modelo de como seria passo a passo do percurso de transformação do homem comum em Herói com todas as provações que surgem no caminho. A jornada do herói e muito utilizada em roteiros de cinema e seriados, e livros de super-heróis, e o meu principal objetivo(e de…

A DEPRESSÃO E SUA BANALIZAÇÃO NO MUNDO ATUAL

A depressão é um distúrbio afetivo que acompanha a humanidade ao longo de sua história. O conceito patológico , entre os sintomas, ha presença de tristeza, pessimismo, baixa autoestima que aparecem  muitas das vezes compiladas.
Ao contrário do que normalmente se pensa os fatores psicológicos e sociais, são consequência e não a causa da depressão.
Mas o quero ressaltar aqui e a banalização dessa doença que é tão seria e que se não for tratada pode levar a morte, sim! morte!!! De acordo com a OMS(Organização Mundial de Saúde) a depressão atinge hoje quase 7% da população mundial cerca de 400 milhões de pessoas.
Vendo que o assunto é sério atualmente a depressão e colocada como algo  banal e muitas das vezes a pessoa que apresenta essa patologia e encarada como fazedora de manha,que está com frescura e o pior é aquele que fala: "nossa, isso é falta de Deus" se fosse assim padre e pastores não entrariam nunca em depressão. Muitas das vezes nas redes sociais esse termo é banali…

SOBRE NARCISISMO EM REDE SOCIAIS

Olá pensadores! Olá pensadoras ! Tudo bem com vocês? Espero que sim! O tema de hoje eu acredito que vai mexer com cada um de nós, pois, cada um tem seu momento de narcisismo e com as redes sociais em alta isso mais do que nunca está aflorado e nítido .
Mas, para começar acredito que muita gente ainda não sabe o que é narcisismo, logo, irei começar a contar o mito de Narciso. Existem várias versões desse mito mas, a que mais se encaixa no tema e essa:

Quando Narciso nasceu, sua mãe consultou o adivinho Tirésias que lhe predisse que Narciso viveria muitos anos desde que nunca conhecesse a si mesmo. Narciso cresceu tornando-se cada vez mais belo e todas as moças e ninfas queriam seu amor, mas ele desprezava a todas. Certo dia, enquanto Narciso descansava sob as sombras do bosque, a ninfa Eco se apaixonou por ele. Porém tendo-a rejeitado, as ninfas jogaram-lhe uma maldição: - Que Narciso ame com a mesma intensidade, sem poder possuir a pessoa amada. Nêmesis, a divindade punidora, escutou …