Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2018

FILOSOFANDO SOBRE A ANARQUIA

Olá pensadores , tudo bem com vocês? Espero que sim! Mais uma vez nos encontramos aqui para refletir coisas do nosso dia a dia, e hoje daremos sequência ao penúltimo texto da série eleições e política. Hoje quero tratar de uma linha de pensamento político que cada vez mais vem ganhando espaço no cenário atual: O ANARQUISMO. Em pleno século XXI há um ressurgir do anarquismo (não do anarquismo clássico). Valores libertários inspiram a primavera Árabe tão falada nas aulas de Teologia pastoral, os movimentos dos indignados e as ocupações de espaços públicos e privados. As críticas se voltam basicamente contra dois alvos: por um lado, a globalização neoliberal, a ganância e insensibilidade das grandes corporações diante da fome e da miséria de milhões de pessoas. Por outro lado , mas completamente, os manifestantes, jovens em sua considerável maioria, criticam e rejeitam sistemas políticos partidários e instituições ineficientes, insensíveis às necessidades e demandas populares e muitas vez…

LIBERALISMO X SOCIALISMO: ANÁLISE SEM SER MANIQUEÍSTA

Olá pensadores, tudo bem com vocês? Comigo está tudo bem graças a Deus. Hoje continuamos com a nossa sequência de artigos sobre as eleiçõese política. E hoje trago em debate o que está sendo motivo de muita briga Brasil afora : as ideologias partidárias , basicamente entre esquerda x direita, capitalismo x comunismo, liberalismo x socialismo e time capitão América x time Homem de Ferro ( Desculpa empolguei). Agora falando sério, entre os séculos XVII e XIX, as diversas transformações que marcaram a Europa e o continente americano, possibilitaram o surgimento de novas concepções preocupadas em dar sentido ou teorizar a rápida ascensão do sistema capitalista. Para tanto , vários pensadores se debruçaram na árdua tarefa de negar, reformar ou legitimar as novas relações de ordem social, econômica e política que ganhavam fôlego em um mundo que passava a ter uma nova roupagem. Uma das mais marcantes transformações trazidas pelo capitalismo foi, sem dúvida alguma, foi a capacidade de racionali…

FILOSOFANDO SOBRE O VOTO NULO

Olá pensadores! Tudo bem com vocês? Comigo está tudo bem graças a Deus. Dando continuidade sobre o assunto do texto anterior, vamos voltar a falar de eleições e acredito que mais do que nunca esse país está tão envolvido, as vezes de forma equivocada, mas já é um passo. Escutando e participando de conversas sobre o assunto, o questionamento é o mesmo: a falta de opção , tanto para elegerno legislativo, como eleger no executivo, pois são sempre os mesmos que candidatam , só nessa eleição para o cargo de deputado federal 80 % das candidaturas são de reeleição e a pergunta que fica é: como renovar sendo que são sempre os mesmos que candidatam? Isso me faz lembrar a frase de Rui Barbosa que dizia: "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem tem vergonha de ser honesto". E pensando nisso que muitas das pessoas com quem converso cogitam a votar nulo. Mas lembro, para quem não sabe , que o voto nulo não conta. Já ouvi e já l…

SOBRE AS ELEIÇÕES NO BRASIL

Olá pensadores! Tudo bem com vocês? Espero que sim! Hoje é uma data muito significativa para nós brasileiros, comemoramos o dia da nossa independência, e daqui a exatamente um mês estaremos elegendo nossos governantes tanto para o legislativo como para o executivo, e atualmente temos 3 tipos de eleitores: O ideológico (seja de direita ou de esquerda) que defende os pontos de vista de seus candidatos e partidos , esses por sua vez transformam política em esporte e se depender deles as eleições vira partida de futebol.Têm os centrados (são uma minoria) que veem as coisas como elas são e analisam os fatos, mas não tomam partido( até porque isso não resolve) . Por último tem aqueles que não estão nem ai e são os desacreditados e os indiferentes, não gostam e não se envolvem e acham que tudo isso é uma grande perda de tempo. O poeta e dramaturgo alemão Bertolt Brecht disse: "Que o pioranalfabeto é o analfabeto político . Não lê , não ouve e nem participa dos acontecimentos políticos. N…