Pular para o conteúdo principal

A LIBERDADE EM ESPINOSA(DETERMINISMO)

Olá pensadores! Tudo bem com vocês? Espero que sim! Bem estamos em ritmo de férias( eu pelo menos) e com ele vêm as festas de fim de ano, como prometi no texto passado vamos dar sequência a série liberdade, hoje com o filósofo holandês Espinosa, mas antes , como vai ser a primeira vez que falo especificamente dele no blog, irei falar um pouquinho de sua biografia.
Baruch Espinosa nasceu em Amsterdam em 1632, numa família judia de origem espanhola, cujo os ascendentes, que haviam antes migrado para Portugal, juntaram-se depois a comunidade judaica de Amsterdam. Aos 24 anos como não podia mais exercer uma profissão liberal, por ter sido excomungado tanto pelos judeus quanto pelos cristãos devido a recusar qualquer filiação religiosa, aprende o oficio de alfaiate e polidor de vidros, atividades de que passará a viver (até porque ninguém fica rico filosofando) . Nesse período escreve o Breve tratado sobre Deus, O tratado da reforma da inteligência e os princípios da filosofia de Descartes, única obra publicada em vida, que lhe deu uma certa celebridade na Holanda e no exterior. Em 1670 ele escreve o tratado que iremos debater em seguida chamado Tratado da liberdade de pensamento, detalhe foi publicado anonimamente. Morre em 1677 morre de tuberculose aos 45 anos.
Para Falar de liberdade em Espinosa é meio delicado é complexo, pois, o filósofo não acreditava em livre-arbítrio, SIM!!! Espinosa acreditava que o livre- arbítrio era uma ilusão, porque temos consciência dos nossos atos , mas não temos consciência das causas que nos levam a comete-los, logo, para Espinosa nossos atos são causados por consequências externas , por coisas que nos influenciam a fazer o ato, portanto para Espinosa somos seres determinados, mas, por quem? O filósofo fala que somos seres determinados por Deus. Espinosa diz que Deus é a única substância que existe e para entender esse pensamento de Espinosa é preciso entender o que é substância para o filósofo citado. Substância segundo Espinosa é  aquilo que pode ser definido por ele mesmo, não precisa explica nada além da própria substância; por exemplo se formos explicar o ser humano , muitas coisas que vão além do ser humano, eu tenho que explicar a anatomia dele , a psicologia, o social aonde ele vive da forma como esse ser se comporta, logo tenho que explicar várias coisas que explica o ser humano, entretanto uma substância não pode ser isso , a substância se explica a si mesma sem recorrer a nada.
Sendo assim, Deus é a única substância que existe porque Deus se define por si mesmo. Outro ponto significativo sobre a substância é que ela é infinita ,pois, se ela fosse finita ela seria limitada por outra substância é para explicá-la teria que explicar a outra substância. Chegando nessa conclusão Espinosa chega em um ponto importante: Como pode existir o mundo e Deus ao mesmo tempo? Se Deus é a única substância que existe e ela é infinita, não pode existir nada além dele, pois se existisse esse algo limitaria ele. Espinosa percebendo isso faz uma relação importante ele diz que Deus e a natureza é uma coisa só , porque a natureza está em Deus e faz parte dessa única substância. Seguindo o pensamento de Espinosa a natureza é algo determinado pela essência de Deus, logo nós também como ser humano pertencente de Deus somos seres determinados pela essência de Deus, portanto a liberdade humana é algo questionável , até porque para o filósofo nem Deus é livre, pois, Deus é guiado pela sua própria essência, pela sua própria maneira de ser , Ele não pode ser de outro jeito , Ele só pode ser do jeito que ele é . Podemos entender então que Deus faz o que Ele tem que fazer ,pois sua essência o obriga a agir dessa forma, logo Deus não é livre ! Sendo Deus que é única substância não é livre , dirá o ser humano com suas limitações , ele está condicionado a viver tal realidade. Concluindo o ser humano não é livre!
E você gostou dessa definição de liberdade? quer partilhar se ficou alguma dúvida? Na próxima semana eu volto trazendo a última definição de liberdade nessa série. Um feliz Natal e até lá!
(Sousa, Adriano Soares de)                           

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A JORNADA DO HERÓI: JESUS CRISTO

Quem nunca gostou de ouvir, lê ou assistir história de heróis ?
Há milênios contamos histórias que falam de personagens   que foram peças importantes, e até hoje estão marcados na memória de cada um que as conhece, geralmente essas histórias estão cheias de ação emoção, pois elas estão cheias de ingredientes  que preenchem a nossas expectativas.
Na maioria das vezes o personagem principal deve superar algumas etapas para se demonstrar como verdadeiro herói, independente da cultura ou do mito que será contado, sempre o herói têm um ciclo a ser seguido isso desde a história mais antigas de Homero e Hesíodo com seus contos até as aventuras da DC e MARVEL.
Pensando nisso  o estudioso e especialista em mito Joseph  Campell cria um modelo de como seria passo a passo do percurso de transformação do homem comum em Herói com todas as provações que surgem no caminho. A jornada do herói e muito utilizada em roteiros de cinema e seriados, e livros de super-heróis, e o meu principal objetivo(e de…

A DEPRESSÃO E SUA BANALIZAÇÃO NO MUNDO ATUAL

A depressão é um distúrbio afetivo que acompanha a humanidade ao longo de sua história. O conceito patológico , entre os sintomas, ha presença de tristeza, pessimismo, baixa autoestima que aparecem  muitas das vezes compiladas.
Ao contrário do que normalmente se pensa os fatores psicológicos e sociais, são consequência e não a causa da depressão.
Mas o quero ressaltar aqui e a banalização dessa doença que é tão seria e que se não for tratada pode levar a morte, sim! morte!!! De acordo com a OMS(Organização Mundial de Saúde) a depressão atinge hoje quase 7% da população mundial cerca de 400 milhões de pessoas.
Vendo que o assunto é sério atualmente a depressão e colocada como algo  banal e muitas das vezes a pessoa que apresenta essa patologia e encarada como fazedora de manha,que está com frescura e o pior é aquele que fala: "nossa, isso é falta de Deus" se fosse assim padre e pastores não entrariam nunca em depressão. Muitas das vezes nas redes sociais esse termo é banali…

SOBRE NARCISISMO EM REDE SOCIAIS

Olá pensadores! Olá pensadoras ! Tudo bem com vocês? Espero que sim! O tema de hoje eu acredito que vai mexer com cada um de nós, pois, cada um tem seu momento de narcisismo e com as redes sociais em alta isso mais do que nunca está aflorado e nítido .
Mas, para começar acredito que muita gente ainda não sabe o que é narcisismo, logo, irei começar a contar o mito de Narciso. Existem várias versões desse mito mas, a que mais se encaixa no tema e essa:

Quando Narciso nasceu, sua mãe consultou o adivinho Tirésias que lhe predisse que Narciso viveria muitos anos desde que nunca conhecesse a si mesmo. Narciso cresceu tornando-se cada vez mais belo e todas as moças e ninfas queriam seu amor, mas ele desprezava a todas. Certo dia, enquanto Narciso descansava sob as sombras do bosque, a ninfa Eco se apaixonou por ele. Porém tendo-a rejeitado, as ninfas jogaram-lhe uma maldição: - Que Narciso ame com a mesma intensidade, sem poder possuir a pessoa amada. Nêmesis, a divindade punidora, escutou …