Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2019

FILOSOFANDO ECONOMIA PARTE 3: PRIVATIZAR OU ESTATIZAR?

Olá pensadores! Tudo bem com vocês? Espero que sim. Eu estou bem graças ao bom Deus! E sem perder muito tempo, vamos dar início a terceira e última parte da série Filosofando economia com a seguinte pergunta o que é melhor estatizar ou privatizar?
No Brasil tem 138 estatais federais, se contabilizadas as empresas que pertence a Estados e Municípios  e não só a união esse total passa de 400. Parece muito? Pois o número já foi maior : No último grande ciclo de privatizações, nos anos 90 o Brasil vendeu 119 estatais , que geraram cerca de 70 bilhões de dólares em receitas, tem gente que acha que foi pouco, assim como tem gente que acha que foi muito. Nesse bolo entram desde a venda de geradores de energia e de bancos estatais(quem lembra do BEMGE ?Aqui em Minas Gerais) a concessão de rodovias e a quebra do monopólio público do setor de telecomunicações, incluindo aí a privatização da Telebrás , a maior do período que levantou R$ 22 bilhões de Reais , e há empresas já consideradas eficie…

FILOSOFANDO ECONOMIA PARTE 2: PAULO GUEDES

Olá pensadores! Tudo bem com vocês? Espero que sim! E já começo agradecendo pela repercussão do último texto, isso comprova cada vez mais a minha teoria que o brasileiro está se importando com  o que acontece em nosso país, só precisa de um direcionamento e uma formação,  sou otimista, mas sei que isso vai acontecer a longo prazo, infelizmente eu não vou chegar a ver isso. Dando sequencia a nossa série filosofando economia como disse na segunda parte será mais tematizada falarei do nosso ministro da economia Paulo Guedes, de onde surgiu, como vive, o que come, leia hoje no Filosofando o dia a dia( Sempre quis dizer isso). Meses antes do Bolsonaro ser eleito uma coisa já estava clara, Paulo Guedes seria seu ministro da economia, mas quem é Paulo Guedes até então? Bem a pauta de Paulo Guedes é trabalhar com novo projeto econômico, que vem de uma ideologia neo-liberal de privatizações de empresas estatais para enxugar a maquina pública. Foi um casamento com estranhamentos e incertezas n…

FILOSOFANDO SOBRE ECONOMIA: PARTE 1

Olá pensadores! Tudo bem com vocês? Espero que sim. E abrindo um parentes aqui esse ano está pesado tragédias atrás de tragédias, mas isso não pode servir de motivos para nos desanimar.
Focando no tema de hoje darei inicio a série filosofando economia que terá três partes, pois, como disse que iria trabalhar com assuntos da atualidade, acredito que o brasileiro mais do que nunca está interessado em saber como funciona a economia em nosso país.
O dinheiro tornou-se o grande personagem de nossa época, já que atribui poderes, importância e características e seres e coisas.
De forma inocente, pais incentivam seus filhos a ser bem-sucedidos, ou seja , a ter muito dinheiro. Além disso, não se enxerga que a vida social cria cada vez mais falsas necessidades, das quais pessoas ficam reféns. E, então trabalham cada vez mais, submetidos a quaisquer condições para conseguir obter o que não precisam, mas que, de certa forma, vai aliviar uma existência vazia de sentido, com os louros e a satisfaç…

FILOSOFANDO SOBRE O ESTADO LAICO

Olá pensadores ! Tudo bem com vocês? Espero que sim! Estamos começando mais um mês e com ele a expectativa de novas oportunidades.
Essa semana irei falar sobre uma questão que vem trazendo muitas discussões nos últimos dias o Estado laico, o que é de fato ? Bem, o que chamamos de estado secular ou estado laico , ou seja um estado neutro no ponto de vista religioso e um fenômeno recente na nossa história, surgiu no século XVIII e tem muito haver com o trauma na Europa das guerras religiosas do século XVII, sendo assim o estado laico  e uma tentativa  de impedir que a política seja contaminada pela guerra religiosa, sendo que no século XVII era a guerra religiosa entre protestantes e católicos. Mas, olhando os dias de hoje o Estado laico ele tem dois grandes modelos e que são substancialmente diferentes na forma de entender a questão.
Temos o modelo americano que é um modelo que podemos dizer que é o modelo fundador, nele o estado é neutro, mas o estado tem um compromisso com o direito…