Pular para o conteúdo principal

FILOSOFANDO SOBRE CULTURA

Olá pensadores! Tudo bem com vocês? Comigo vai tudo bem graças ao Bom Deus! 
Como já vimos no título, hoje falaremos sobre  cultura em seus diversos aspectos espero que vocês gostem.
Para falarmos em cultura te convido a pensar em coisas relacionadas a essa palavra: Provavelmente você pensou em teatro, biblioteca, cinema, universidade e música, mas é só isso? Bem, talvez vocês pensou em várias outras palavras ,porém será que cultura é isso mesmo? Será que só alguém que lê livros tem cultura ? Cultura é muito mais do que isso , e está muito mais próximo do que pensávamos outrora. 
Para tentar esboçar ou construir uma compreensão do que é cultura disporemos de alguns autores da antropologia, que é a parte da ciência que estuda o comportamento humano enquanto social a partir de sua cultura e de suas respectivas perspectivas sobre o que é cultura.
 Durante certo tempo acreditou-se que o ser humano era formado por camadas semelhante a uma cebola, temos a camada orgânica, psicológica , social e a cultural, essa definição era para esclarecer o seguinte debate da época : Existe o ser humano puro? Ou seja de nenhum modo influenciado pela sociedade que se encontra, existe a pureza da humanidade? O conflito era o conceito de cultura o que influencia o ser humano entre de homem o que não foi influenciado pela cultura. Pensando o ser humano em camadas era possível justificar uma compreensão de que o ser humano em alguma camada sua era puro de natureza ,nunca influenciado pela cultura , nesse caso a sociedade, sabendo disso, o ser humano é ou não é influenciado pela cultura? Ruth Benedict (1887-1948) dirá que sim , a cultura para ela é como uma lente através da qual o homem vê o mundo, homens de cultura diferentes usam lentes diversas e portanto, têm visões desencontradas das coisas. Para Ruth a cultura é o modo como as pessoas enxergam o mundo e a partir dessa maneira específica e única de perceber o mundo, agir também de determinada maneira específica na realidade em questão. Um exemplo simples pode ser o ato de comer, existem várias formas de satisfazer a necessidade fisiológica de se alimentar, no México por exemplo é muito comum comer insetos como gafanhotos e larvas, coisa que aqui no Brasil não é bem recebida, nos países do oriente  se come com os pauzinhos que têm o nome de hashi o que não é comum no mundo do ocidente, tudo isso depende de como enxergamos e nos relacionamos no mundo.
Clifford Geertz (1926-2006) também concorda com a ideia que a cultura molda o indivíduo, ele é um antropólogo chamado de interpretativista , ou seja ele vai dizer que temos que interpretar a cultura diferente da nossa, mas fazer isso de que forma? Para Geertz a cultura como um texto capaz de ser lido e por isso interpretado , se temos intelectual . "O conceito de cultura que eu defendo e cuja utilidade os ensaios abaixo tentam demostrar é essencialmente semiótico".
Voltando em Geertz , ele acredita que a cultura é uma teia que a cultura é uma teia de significados tecida pelo homem, tudo que o homem produz e que tem um significado é cultura e será difícil algo sem significado criado pelo homem , pois bem se tudo que o homem produz tem significado é a função da antropologia descobri e desvendar quais são esses significados.
Lévi-strauss(1908-2009) é o outro antropólogo que percebe a cultura de outra forma para ele a cultura é um sistema de signos para compreender , expliquemos por partes: Sistema nesse autor em questão é um conjunto de elementos que estão relacionados de tal forma , uns com os outros que formam um determinado tipo de coesão , nesse sentido se um elemento desse sistema mudar todos os outros mudaram o exemplo mais simples que podemos utilizar e Strauss também dispõe  é o caleidoscópio nele as pedrinhas estão organizadas de tal maneira que forma determinado desenho, se dermos uma leve mexida as pedrinhas irão se organizar de outra forma e sendo assim um novo desenho aparecerá.
Percebe? É a relação entre os elementos que vai determinar a forma que esse sistema terá, seguido com a compreensão o que é signo ? De onde ele tirou essa ideia? Signo nessa discussão significa tudo que está no lugar de alguma coisa , exemplo: Quando você diz cadeira , você precisa de uma cedeira na sua frente para que a outra pessoa entenda de que você está falando? Pois, bem isso é signo as palavras são signos , elas remetem a algo que não é ela mesma, signo é tudo aquilo que nos leva a algo e que tem um significado. 
Não faria nenhum sentido se eu dissesse relógio se ninguém tivesse a ideia do que fosse relógio e nem de que esse instrumento fosse tão significativo para nossa localização  no tempo, compreendeu? 
Dando sequência, a partir dessa ideia de que a cultura é um sistema de signos, Straus também acredita assim como Geertz que devemos nos preocupar em interpretar o sentindo de determinado sistema , aqui ele usa a palavra traduzir . 
E assim ele fez, utilizou  de uma análise dos mitos para perceber quais eram os elementos em comum entre os diferentes sistemas de signos e culturas existentes. Depois de tudo isso apresentado , novas ideias sobre como o comportamento humano é moldado pode ter surgido na sua cabeça. A antropologia com seus vários intelectuais pode ajudar você a encontrar algumas respostas. Aqui apenas sobrevoamos algumas ideias e espero que você tenha gostado.
(Sousa,Adriano Soares de)
Referência bibliográfica:  Dicionário de Antropologia: do homem primitivo as sociedades atuais, André Akoun, 
Fotos: Imagens da internet                               

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A ARTE IMITA A VIDA OU A VIDA IMITA A ARTE?

Olá pensadores, tudo bem com vocês? Comigo está tudo bem, e com imenso prazer que voltamos aqui para fala sobre qualquer assunto, pois qualquer assunto abrange o meio filosófico.


E hoje o tema será algo que está presente em toda a nossa vida " a arte" de vários meios e modos de acordo com o tempo e contexto social. Os seres humanos se diferenciaram dos outros animais(dizem os humanos) pela inteligência abstrata e linguagem simbólica de que são capazes. Tais capacidades possibilitam a criação de uma "segunda natureza", a CULTURA, uma das grandes criações humanas chama-se "ARTE" esta forma específica de conhecer, expressar e interpretar o mundo, mesmo o mundo que não existe, ou que existe apenas na imaginação do homem. Mas o que é Arte? O que a arte difere de outras técnicas inventadas pelo engenho humano? O que o canto dos homens se diferem do canto dos pássaros? As artes, no decorrer da história, tiveram várias funções e que foram se modificando de acordo co…

SOBRE NARCISISMO EM REDE SOCIAIS

Olá pensadores! Olá pensadoras ! Tudo bem com vocês? Espero que sim! O tema de hoje eu acredito que vai mexer com cada um de nós, pois, cada um tem seu momento de narcisismo e com as redes sociais em alta isso mais do que nunca está aflorado e nítido .
Mas, para começar acredito que muita gente ainda não sabe o que é narcisismo, logo, irei começar a contar o mito de Narciso. Existem várias versões desse mito mas, a que mais se encaixa no tema e essa:

Quando Narciso nasceu, sua mãe consultou o adivinho Tirésias que lhe predisse que Narciso viveria muitos anos desde que nunca conhecesse a si mesmo. Narciso cresceu tornando-se cada vez mais belo e todas as moças e ninfas queriam seu amor, mas ele desprezava a todas. Certo dia, enquanto Narciso descansava sob as sombras do bosque, a ninfa Eco se apaixonou por ele. Porém tendo-a rejeitado, as ninfas jogaram-lhe uma maldição: - Que Narciso ame com a mesma intensidade, sem poder possuir a pessoa amada. Nêmesis, a divindade punidora, escutou …

A JORNADA DO HERÓI: JESUS CRISTO

Quem nunca gostou de ouvir, lê ou assistir história de heróis ?
Há milênios contamos histórias que falam de personagens   que foram peças importantes, e até hoje estão marcados na memória de cada um que as conhece, geralmente essas histórias estão cheias de ação emoção, pois elas estão cheias de ingredientes  que preenchem a nossas expectativas.
Na maioria das vezes o personagem principal deve superar algumas etapas para se demonstrar como verdadeiro herói, independente da cultura ou do mito que será contado, sempre o herói têm um ciclo a ser seguido isso desde a história mais antigas de Homero e Hesíodo com seus contos até as aventuras da DC e MARVEL.
Pensando nisso  o estudioso e especialista em mito Joseph  Campell cria um modelo de como seria passo a passo do percurso de transformação do homem comum em Herói com todas as provações que surgem no caminho. A jornada do herói e muito utilizada em roteiros de cinema e seriados, e livros de super-heróis, e o meu principal objetivo(e de…