5 PILARES QUE SUSTENTA BOLSONARO NO PODER


Olá pensadores!Tudo bem com vocês? Espero que sim , eu estou me sentindo o Mano Brown na música diário de um detento: Começou mais um dia, sob olhar sanguinário da pandemia... Parodiando a parte vamos falar sério,a situação está se tornando cada vez mais complicada em nosso país , pelo simples fato de que  uma pandemia que mata mais de 600 pessoas por dia em outros países aqui no Brasil ela virou polarização política.
 Você deve está pensando: 'Lá vem o Adriano falar de política de novo!"Como vocês sabem o nome do blog é filosofando o dia a dia, e o assunto do momento é a pandemia e  nós como cidadãos temos que saber como nos comportar, nada mais justo do que dedicar esse texto para falar sobre o tema. Pretendo dedicar nos próximos textos a explicar o fenômeno surreal que vem acontecendo em nosso país, para isso recorri a história para entendermos o momento atual.
Contextualizando, quando o vírus do covid-19 foi anunciado que estava se propagando no mundo,alguns países tomaram a devida precaução que é fechar sua fronteiras e decretar o isolamento social no qual vemos que está tendo êxito, países como Alemanha e Coréia do Sul  tem um baixo número de óbitos causados pelo vírus, em compensação vimos países que não se preocuparam muito com a situação e agora pagam um preço muito alto que é o exemplo da Espanha, E.U.A e Itália, para se ter uma ideia até o fechamento deste texto no E.U.A nas últimas 24 horas teve mais de 2 mil óbitos e meio milhão de pessoas infectadas (detalhe: lá não teve carnaval) e a previsão e de ter mais de 200 mil mortos.
 No Brasil, a pandemia começou a ser denunciada no começo do mês de Março, e vendo o acontecido em outros países a solução e copiar o que está dando certo que é o isolamento social e aí que vem o problema: os governadores e prefeitos fizeram o que recomenda a OMS(Organização Mundial de Saúde) que é a reclusão total, mas o governo federal particularmente o presidente, quer que fique recluso somente os idosos e que o restante da população que volte ao trabalho  e chamou ela de "gripezinha". Pronto!!! Ele tocou o berrante e chamou o gado, no outro dia até carreata teve para comércio abrir. 
  Tem um ditado que fala que a história sempre se repete,como farsa ou como tragédia, e tem outro que fala que o povo que não conhece sua história está condenado a repeti-la, então convido você a viajar no tempo, exatamente a 102 anos atrás para vermos algumas semelhanças com o tempo atual.

A GRIPE ESPANHOLA NO BRASIL

 A gripe espanhola que de espanhola só tinha o nome, foi o nome dado a pandemia influenza que se espalhou pelo mundo em 1918 a 1919, pós a primeira guerra mundial e se espalhou pelo mundo matando cerca de 50 milhões de pessoas, e recebeu o nome de Espanhola devido o fato que a imprensa espanhola que estava neutra na guerra ,foi a que começou a denunciar o vírus, e estudos apontam que ela surgiu no campo militar norte-americano no estado do Kansas e os soldados desse campo foi para o combate no continente europeu.
  Alguns historiadores falam que a gripe espanhola chegou ao Brasil em Setembro de 1918 , por meio do Demara, nome de um navio que saiu da Inglaterra se atracou em Recife, Salvador e no Rio de Janeiro, no começo a imprensa não deu muita importância para o fato, mas a medida que foi se tornando um surto foi tomando uma grande repercussão.
  Todo tipo de aglomeração pública foi evitado pelas autoridades , o número de óbitos extrapolou a capacidade de enterros e aconteceu o que está acontecendo atualmente no Equador : corpos jogados na rua,pois, deu um colapso nas funerárias.
Enfim, a gripe espanhola foi a causa de 35 mil mortes no Brasil, e dentre esses está Rodriguez Alves, que venceu as eleições, mas contaminado veio a óbito antes de tomar posse como presidente do nosso país.

SEMELHANÇA COM OS DIAS ATUAIS

Podemos ver que a história se repeti, mas com uma pequena diferença: naquele tempo, as pessoas não tinham acesso a informação, não tinham internet, logo não tinham what'sApp, e a única coisa em que ele se apoiavam era na imprensa. Hoje, a imprensa faz o seu papel de informar, mas assim como naquela época vemos um governo que não está levando a sério a gravidade dos fatos, sendo assim desinforma e atrapalha quem realmente que fazer um trabalho sério.
Eu fico me perguntando: por que em pleno século XXI as pessoas estão tão alienadas? Por que um presidente (despreparado) brinca com algo tão sério e leva um monte de pessoas a segui-lo ?
Vendo a caminhada de Bolsonaro de 2014 até os dias de hoje e os acontecimentos que contribuíram para a ascensão dele  ao poder executivo, consegui perceber 5 pilares que ele construiu e que hoje sustentam a possibilidade de, ele jogar alguma coisa no ar, e, por mais absurda que for  ele tem a segurança que vai ter adeptos para replicar isso na rua. 

1) PILAR DA POLARIZAÇÃO

Essa polarização acontece, com um discurso único e raso:" Eu sou o cidadão de bem", porque eu apoio o mito, e todo mundo que discorda do mito é comunista, e nesse balaio vem até aqueles que a pouco tempo apoiava o Bolsonaro, é o famoso discurso nós contra eles e não importa o quanto você vai argumentar, penso diferente do mito, não faz  mais parte da patota.

2)PILAR DA ANTI- CIÊNCIA

Isso me faz lembrar de Galileu Galilei que no ano de 1632, teve que ajoelhar na frente do Bispo durante a inquisição para desmentir sua teoria de copérnico, ficou livre de ser queimado vivo, mas não fugiu da prisão domiciliar aonde permaneceu até seu falecimento em 1642 em Florença. Hoje vemos gente defendendo a ideia que a terra é plana, a anti-vacina e nazismo de esquerda. Lembrando que a ciência está ligada a professores e a cientistas, e me dói ver como por exemplo um vídeo do MBL(Movimento Brasil Livre)  com o título "Professor da UNICAMP é humilhado em debate" quando na verdade o que vemos são discursos rasos e uma tremenda falta de educação dos adeptos do movimento, vê o próprio ministro da educação desdenhar do ensino superior público, e criar no povo a ideia que a ciência não serve de nada e universitário está lá só para fazer bagunça. Ai você pode me indagar da seguinte forma: "Adriano mas no meio desses tem pessoas gabaritadas", e eu te respondo sim, mas são pessoas que ao decorrer da vida prosperaram em outras áreas e vê que o tempo ao qual ele passou estudando não teve serventia, daí ele conclui que não vale apena estudar.

3) PILAR DA ANTI-IMPRENSA

Que faz total sentido, pois o papel da imprensa é apontar os erros desse desgoverno, e vemos total incoerência porque essa mesma mídia a qual se chamam de lixo foi a mesma que apontou a corrupção nos governos passados, agora a mesma emissora desempenha o mesmo papel e é mídia lixo! 

4) PILAR DA DESTRUIÇÃO DE REPUTAÇÕES

Boa parte dos brasileiros não se choca mais com uma ofensa a outra pessoa, esse tipo de empatia que deveria chocar as pessoas , foi meio que neutralizado por esse pilar. Sendo assim, as pessoas apoiam quando o Bolsonaro fala mal da mulher do presidente da França, quando ele ofende nosso principal comprador que é o governo chinês.

5) PILAR DA NEGAÇÃO OU SIMPLIFICAÇÃO DE COISAS COMPLEXAS

Assuntos que merecem maior estudo e conhecimento, é reduzido em jargão como "bandido bom é bandido morto" ," nazismo é de esquerda porque tem socialismo no nome do partido" , um eleitor que fez ensino médio entre trancos e barrancos, passou pelo curso superior, mas o curso não passou por ele ou simplesmente um alienado religioso, em nome de uma purificação vai desacreditar qualquer reputação de cientista ou professor e até o Papa.  
 Vejamos isso com a Cloroquina, que é um remédio que é usado no tratamento de Malária e está sendo testado em alguns pacientes mais graves do Covid-19 e estudado em laboratório. Reduziram o discurso e fizeram a teoria da conspiração que o mundo todo está fazendo um complô para derrubar o o mito,por isso não aprovaram o uso do remédio. E omitem que a droga pode causar efeito colateral como cegueira e ataque cardíaco fulminante. E outra se a Cloroquina realmente fizesse  esse efeito o próprio E.U.A já usaria a fórmula para evita as vinte mil mortes.

 Enfim,não querendo ser pessimista, mas, já sendo, temo pelo pior para o nosso país, como disse ,não aprendemos com a história logo tudo parece que estamos condenado a repeti-la, mas ao decorrer dessa semana vamos debater mais o assunto e saber como enfrentar o desafio.

(Sousa,Adriano Soares de)

Referência Bibliográfica: GILBERTO COTRIM,JAIME RODRIGUES, História Global, Brasil e Geral,Editora Saraiva,2016.

Imagens: Tiradas da Internet.    

              

          
    

Comentários